3 horas de exercícios semanais podem prevenir o Alzheimer, diz pesquisa

3_horas_de_exercícios_podem_prevenir_o_Alzheimer_diz_pesquisa_saúde_topgesto (2)Uma pesquisa da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e da Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Rio Claro mostra que três horas de exercícios físicos semanais são capazes de retardar e até prevenir o Alzheimer, até mesmo nos casos em que há predisposição genética.

O estudo considerou fatores genéticos que podem aumentar o risco do processo neurodegenerativo e a existência de substâncias ligadas à formação de placas amilóides, depósitos que causam inflamações e prejudicam os neurônios, aumentando em até quatro vezes o risco de Alzheimer.

Essas inflamações trazem prejuízos com o tempo e afetam a saúde do cérebro, mas isso pode mudar com um hábito de exercícios, como a proposta da pesquisa, em que a atividade é contínua e tem nível moderado. Resumindo, é como se a atividade física agisse como um anti-inflamatório natural, ajudando a frear o processo de degeneração.