Ministério da Saúde lança campanha para incentivar doação de órgãos

doacao-de-orgaos-blog

O Ministério da Saúde lançou no dia 17 de setembro a campanha nacional de doação de órgãos no espaço Casa Brasil no Rio de Janeiro. Com o slogan “Viver é uma grande conquista. Ajude mais pessoas a serem vencedoras”, a campanha é estrelada por atletas transplantados em alusão aos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016.

O objetivo da ação de comunicação é estimular cada vez mais a população a ser doadora de órgãos e fazer com que o Brasil alcance anualmente a meta de doações (*OMS). No primeiro semestre deste ano, o país bateu recorde, com 1.438 doadores, 7,4% a mais que no mesmo período em 2015.

Atualmente, 89% dos transplantes de órgãos sólidos são realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS), tornando o país referência mundial no campo dos e maior sistema público do mundo. A autorização para a doação de órgãos é concedida pelos familiares. Dessa forma, para que a vontade em doar os órgãos após a morte seja atendida, é importante avisar a família sobre essa decisão e pedir que ela atenda ao desejo.

Embora o país tenha avançado muito nos últimos anos, a taxa de aceitação familiar foi de 56% nesse primeiro semestre.  Portanto, quase metade das famílias brasileira ainda rejeita a doação de órgãos de um parente com diagnóstico de morte encefálica. Tipicamente solidária, a família brasileira precisa ser bem informada e acolhida em momentos dolorosos, como a perda de um ente querido. É preciso mostrar que essa perda pode significar a vida de outra pessoa.