Mutirão de reconstrução mamária vai realizar 842 cirurgias

outubro-rosa-mutirao-reconstrucao-mamaria

Inicia hoje o 2º Mutirão Nacional de Reconstrução Mamária, coordenado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). Até o dia 29 de outubro, cerca de 840 mulheres que passaram por mastectomia (remoção de uma ou ambas as mamas), serão atendidas gratuitamente por cirurgiões plásticos que farão a reconstrução mamária. Mais de 800 profissionais da área devem participar do evento.

As pacientes já foram selecionadas e realizaram previamente todos os exames necessários para a cirurgia. A previsão é que pelo menos 842 procedimentos sejam realizados em 98 hospitais do país. Além do Distrito Federal, mais 17 estados participarão da ação: Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Pará, Paraíba, Pernambuco, Sergipe, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Em entrevista à Agência Brasil, o presidente da SBCP, Luciano Chaves, destacou que a reconstrução da mama é parte integrante da proposta de tratamento para o câncer de mama implementada atualmente no Brasil, que envolve o diagnóstico, a cirurgia para retirada de parte da mama ou de toda a mama, a quimioterapia e a radioterapia e, por fim, a plástica reconstrutora. “A reconstrução mamária é um direito garantido em lei”, reforçou.