Novo medicamento para câncer de pulmão ajuda a reduzir progressão da doença

O afatinibe (Giotrif) é um medicamento que serve para conter adenocarcinoma de pulmão com metástase, um tipo bastante específico do câncer de pulmão.  “Cerca de 70% dos pacientes com câncer de pulmão que chegam ao Icesp têm adenocarcinomas de pulmão. Desses, aproximadamente 80% já apresentam metástase ao diagnóstico – no fígado, osso ou cérebro, por exemplo”, explicou Gilberto de Castro Junior, oncologista especialista em câncer de pulmão do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo.

Quando comparado à quimioterapia, o medicamento chega a aumentar em 12 meses a sobrevida do paciente, segundo Karina de Andrade, diretora da Unidade de Negócios de Especialidades da Boehringer Ingelheim, fabricante do Giotrif. Além disso, ele pode reduzir em 27% a progressão da doença e aumentar em 23% a chance de redução do aumento do tumor. Em outras palavras, a doença demora mais para progredir.

Karina argumenta que o afatinibe apresentou maior eficácia quando comparado aos similares. No entanto, o acesso ainda é difícil, já que ele não está disponível no Sistema Único de Saúde (SUS). Castro Junior afirma que isso não deve ser motivo de preocupação. “Precisa ficar claro que não é porque você não tem o afatinibe que você não está fazendo boa medicina.”

De qualquer forma, a diretora afirma que a equipe de acesso ao mercado da Boehringer Ingelheim está “empenhada em conversar com os agentes de saúde do mercado público e privado para que o Giotrif se torne mais acessível”.