Saúde e bem-estar no trabalho, um novo olhar das empresas

Uma pesquisa mundial sobre qualidade de vida e bem-estar no ambiente de trabalho apontou que as empresas estão mais empenhadas e preocupadas em oferecer aos seus funcionários programas com esse objetivo. Em 2016, 69% das multinacionais afirmaram que possuem uma estratégia global para saúde e bem-estar, comparado a 56% em 2014.

De acordo com a análise em nível mundial, para a maioria das empresas, os programas de qualidade de vida têm como objetivo melhorar a performance, a produtividade e o engajamento do funcionário. Em relação à saúde do colaborador, o foco é diminuir o stress, o índice de obesidade, o número de pessoas que fumam, a incidência de alto colesterol e, principalmente, aumentar o número de funcionários que praticam exercícios físicos.

O estudo também mostrou que as empresas estão mudando seus esforços, cinco das 10 futuras ações reveladas por elas visam promover atividades físicas.

“Oferecer um bom ambiente de trabalho e incentivar a prática de atividade física contribui para o maior equilíbrio físico e emocional do colaborador. Além de ajudar a reduzir os custos internos da corporação, já que em um futuro próximo estima-se que os gastos com plano de saúde corresponderão a uma média de 20% da folha de pagamento de uma empresa. Esse tipo de incentivo faz com que o colaborador se sinta mais cuidado e queira sempre crescer junto com a empresa”, comentou Marcos Crespo, representante da Gympass, uma das empresas que oferecem programas voltados a saúde e bem-estar.