Uso de medicamentos para inibir rejeição entra em consulta pública

consulta-publica

Na semana passada, o Ministério da Saúde abriu consulta pública para elaborar Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas (PCDTs) com foco em medicamentos que ajudam a inibir rejeições para os transplantes cardíaco e pulmonar. Ao todo, foram publicadas no Diário Oficial da União, oito consultas públicas: quatro referentes a PCDTs e quatro de avaliações de tecnologias.

O objetivo dos Protocolos Clínicos é modernizar os tratamentos e procedimentos utilizados pelo SUS, com a incorporação de novas tecnologias, medicamentos e condutas médicas. Desta forma, é possível estabelecer critérios de diagnóstico e tratamento de cada doença, assim como as doses e medicamentos adequados para cada caso, além de monitoramento clínico voltado para médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e profissionais de saúde envolvidos no tratamento e reabilitação dos pacientes.

Além dos medicamentos para inibição de rejeição em transplantes cardíaco e pulmonar, a população pode contribuir também com sugestões para tratamento contra hepatite B, anemia para doenças renais crônicas, doença falciforme, um tipo de aneurisma, puberdade precoce central, além de procedimentos específicos para pessoas que passaram por transplante hepático.

Todas as consultas ficarão disponíveis por 20 dias para manifestação da sociedade civil, especialistas e interessados, por meio do site http://conitec.gov.br/index.php/consultas-publicas. As sugestões serão analisadas pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (CONITEC). A participação da sociedade é fundamental para ajudar na qualificação dos atendimentos. Participe!